VOCÊ QUER OU PRECISA EMAGRECER? EXISTE UMA grande DIFERENÇA ENTRE AS DUAS SITUAÇÕES

É natural ter sonhos e objetivos, eles são a força que nos move durante a vida.

Entretanto, quero te propor uma reflexão: você “quer” viver os seus sonhos? Ou você “precisa” vivê-los?

Existe uma diferença entre “querer” e “precisar”. E isso pode determinar se você terá sucesso ou não em qualquer área da sua vida.

Preste atenção: todo mundo quer algo, como por exemplo, melhores condições financeiras, uma casa, um carro, uma família, ter saúde… Porém, conforme pesquisas indicam, somente 10% da população consegue alcançar seus objetivos pessoais.

Isto acontece, porque as pessoas acreditam que o “querer” é o suficiente. Porém, não basta “apenas querer”. Você precisa sentir dentro do seu coração que você “precisa” realizar seus sonhos. E isso muda tudo.

Se observar um único dia na sua vida, você perceberá que nele “quis” muita coisa. Contudo para atingir resultados você “precisa” definir estratégias reais.

Muitas pessoas querem perder peso, mas qual a real necessidade? O que faz você “precisar” emagrecer? Melhorar a sua saúde ou seguir um biotipo padrão? Eliminar maus hábitos conquistados ao longo da vida ou se sentir pertencente, desejado?  Estar mais bem disposto e aumentar sua taxa de sobrevida ou entrar numa roupa para um evento futuro?

Todas as respostas estão corretas, se você realmente sentir a necessidade e não apenas desejar. Em outras palavras, é preciso mudar seu comportamento e sua mentalidade para emagrecer.

Existe uma grande diferença entre emagrecer e perder peso. Emagrecer é muito mais do que apenas perder peso na balança. A mentalidade de quem “precisa” emagrecer é diferente de quem “quer” perder peso.

A visão do emagrecimento envolve mudanças de hábitos mentais, como se alimentar para se nutrir e não apenas se privar de uma comida engordativa; se exercitar para ter mais força, vitalidade e qualidade de vida e não apenas para queimar calorias; se equilibrar emocionalmente através de terapias para o controle da compulsão alimentar proveniente dos estados de ansiedade ou depressão. É saber que emagrecer é muito mais do que ficar magro e bonito, mas sim, ter uma vida constantemente saudável, imune a diversas doenças decorrentes da obesidade.

Se você apenas “quer”, encontre motivos profundos para “precisar” realizar seus objetivos. Priorize-os desta forma. Se não fizer assim, é provável que você nunca realize seus objetivos, como 90% da população, formando uma verdadeira retroalimentação de frustração e culpabilidade. “A culpa foi… daquele dia que ‘enfiei o pé na jaca’”, “Engordei 30 quilos porque engravidei”, “Não tenho tempo para fazer exercícios físicos devido a minha rotina entre trabalho e casa”, “Não tenho grana para investir em comida fit ou suplementos”, “Não posso ficar sem minha sobremesa”, “Casei, então, não preciso mais me preocupar com isso”, ou frases como: “Sou gordinho, mas sou feliz”… são tantos os discursos! Adquira autorresponsabilidade!

Seu corpo alcança o que sua mente acredita. Mude sua mentalidade e sua mudança será interna e permanente. Seu cérebro entenderá o que você precisa e não apenas o que você quer. Pense nisso!

The following two tabs change content below.

Vanessa Freire

Mestre em Ciência da Motricidade Humana, personal Trainer e terapeuta holística, Vanessa Freire é Coach pela Sociedade Internacional do Mindset e especialista em neurociência, na qual desenvolve estudos sobre a conexão entre corpo e mente no intuito de ajudar as pessoas no caminho do autoconhecimento, da autoestima e de atrair para si os melhores resultados em todos os aspectos da vida.

Latest posts by Vanessa Freire (see all)

Post Author: Vanessa Freire

Mestre em Ciência da Motricidade Humana, personal Trainer e terapeuta holística, Vanessa Freire é Coach pela Sociedade Internacional do Mindset e especialista em neurociência, na qual desenvolve estudos sobre a conexão entre corpo e mente no intuito de ajudar as pessoas no caminho do autoconhecimento, da autoestima e de atrair para si os melhores resultados em todos os aspectos da vida.

Deixe uma resposta