EXPRESSAR GRATIDÃO MUDA SEU CÉREBRO E A SUA VIDA

Você costuma parar e pensar nas coisas pelas quais você é grato?

Pesquisas comprovam a importância do exercício diário da gratidão. De acordo com o Centro de Pesquisa da Universidade da Califórnia (UCLA), ser grato regularmente provoca uma mudança na estrutura molecular do cérebro, nos tornando mais felizes e saudáveis. Essa felicidade afeta diretamente o Sistema Nervoso Autônomo Central, nos deixando mais calmo, menos reativo e menos resistente às mudanças.

Gratidão!! Mais do que uma palavra popular, estamos falando de um dos principais gatilhos da felicidade. Sempre que reconhecemos acontecimentos, gestos, palavras ou pequenos detalhes do cotidiano como “dignos de nota” e agradecimento, nosso cérebro reage, aumentando o nível de dopamina — neurotransmissor responsável, dentre outras funções, pela sensação de bem-estar, humor e prazer. Por consequência, quanto maior a liberação de dopamina, mais satisfeita e feliz nos sentiu. E não é só isso, o contentamento costuma se externar, interferindo na forma como conduzimos nossas relações e atitudes. Nos tornamos mais agradáveis, extrovertidos e abertos a novas oportunidades.

Como nosso cérebro funciona:

  1. Algo de bom nos ocorre.
  2. Percebemos, reconhecemos e ficamos agradecidos pela boa sorte.
  3. cérebro responde, com a elevação da dopamina.
  4. A sensação de prazer nos inunda. Deixa nosso semblante, nossa vontade e disposição mais vívida e otimista.
  5. Quem — ou que — nos encontra com tal ânimo, de certa forma, retribui, alimentando esse saudável estado de espírito.

Para entender porque gratidão é importante e como, de modo objetivo, ela transforma o cotidiano, vamos começar pelo básico: afinal, o que é gratidão?

O sentimento de gratidão não é equivalente ao ato de agradecer — esse, que as convenções e princípios de educação nos estimulam a manifestar. O agradecimento é polido, bem-vindo, gentil. Mas também pode ser bastante “mecânico”.

A gratidão exige mais. Exige percepção acordada, que se surpreende e reconhece que, naquela circunstância, há um valor adicional, algo imprevisto que é motivo de sincero contentamento.

A chave é saber enxergar. Considerar a experiência de vida como uma demonstração de que muitas coisas podem ser diferentes do que imaginamos ou queremos.

Agora, experimente exercitar o outro lado. Observe, nessas mesmas ocasiões, quando algo positivo acontece.

Cultive a gratidão, permita-se vivenciar segundos de prazer ao encontrar a vaga perfeita, receber a mensagem de um amigo distante, cumprir uma meta, assistir a um bom filme.

Não é difícil, nem artificial. É hábito.

10 Benefícios da gratidão

Robert Emmons, PhD em Psicologia da Personalidade e autor do livro “Agradeça e seja feliz”, passou décadas estudando os efeitos da gratidão na vida das pessoas.

Em suas conclusões, pontuou vantagens na qualidade de vida daqueles que desenvolveram a gratidão como um hábito. Dentre esses benefícios, Emmons destacou:

  1. Fortalecimento do sistema imunológico;
  2. Redução da depressão e do estresse;
  3. Maior entusiasmo, energia, otimismo e felicidade;
  4. Superior qualidade de sono;
  5. Despertar mais agradável e com maior disposição;
  6. Diminuição da pressão arterial;
  7. Vida social mais ativa e prazerosa;
  8. Menor apego a emoções tóxicas, como rancores, ressentimentos, desilusões, medo inveja;
  9. Menos queixas de dores e mal-estares;
  10. Redução significativa nas sensações de isolamento, inadequação e solidão.

Para exercitar a gratidão a psicologia positiva propõe uma mudança de paradigma. Ao invés de investigar os males, procura fortalecer e estimular seus “antagonistas”. Ou seja: privilegia as emoções, sentimentos, condutas, ações e pensamentos que sejam sinônimos de felicidade. Vale destacar que a psicologia positiva não se opõe à tradicional. Ela se desenvolve como um apoio, um complemento.

O interessante é que se aplica como uma “filosofia de vida”, destinando-se a qualquer indivíduo que busque maior plenitude e leveza em sua rotina.

  • Vamos explorar uma estratégia, como um “Caderno de Gratidão”, para começar a ser grato. Comece a escrever diariamente, ao final do dia, pelo menos três motivos pelos quais você foi grato no dia que passou. Você vai perceber que, ao longo do tempo, a quantidade de motivos vai aumentar.

Vamos tentar por um mês e depois me diz o que aconteceu com a sua vida.

Gratidão por ler este artigo e passar para seus amigos.

The following two tabs change content below.

Janete Corrêa

Coach da Sociedade Internacional do Mindset, Especialista em Programação Neurolinguística (PNL) aplicada ao Coaching (com introdução a Hipnose), tem a missão ajudar pessoas a alcançarem seus sonhos e objetivos. Administradora e projetista com habilidades em organização e finanças. Se dedica a estudar e melhorar os seus conhecimentos com foco no Desenvolvimento Humano, principalmente no fortalecimento e desenvolvimento da mulher.

Latest posts by Janete Corrêa (see all)

Post Author: Janete Corrêa

Coach da Sociedade Internacional do Mindset, Especialista em Programação Neurolinguística (PNL) aplicada ao Coaching (com introdução a Hipnose), tem a missão ajudar pessoas a alcançarem seus sonhos e objetivos. Administradora e projetista com habilidades em organização e finanças. Se dedica a estudar e melhorar os seus conhecimentos com foco no Desenvolvimento Humano, principalmente no fortalecimento e desenvolvimento da mulher.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.