Real Causa de Ganho de Peso

Insulina é um hormônio que regula o metabolismo de carboidratos e gorduras, responsável por levar às células a energia que ingerimos através da alimentação, promovendo a absorção da glicose, sendo estocada como  gordura, portanto, insulina armazena gordura!

Resistência à insulina é uma condição na qual as células começam a não responder às ações normais deste hormônio. O corpo produz insulina, mas as células do corpo se tornam resistentes e não conseguem usá-la com a mesma eficácia, aumentando níveis de açúcar no sangue.

O que faz com que desenvolvamos resistência à insulina?

É a insulina alta no sangue que causa resistência à insulina!

Seria a mesma coisa que causa outras resistências, como por exemplo, a antibióticos, ao álcool… Ou seja, seria um constante  estímulo.

Exemplo, se você nunca bebe álcool, uma pequena dose pode deixar você tonto. Mas, se estimular constantemente, não deixará você tonto da mesma forma, ou seja, você precisará aumentar a dose para obter os mesmos efeitos. Cada vez mais, você vai ficando mais resistente ao estímulo.

Então:

•         O que causa resistência ao álcool? O próprio álcool.

•         O que causa resistência à insulina? A própria insulina!

Algumas pessoas desenvolvem a resistência mais rapidamente que outras. O que comemos, quando comemos e o aumento da gordura corporal ,são fatores que causam a resistência à insulina.

A leptina é um hormônio fabricado pelas células de gordura que visa  suprimir a sensação de fome. Pessoas obesas ou acima do peso estão em um “estado de resistência”. Estes sinais de supressão de fome não funcionam como deveriam e assim, o constante estímulo de leptina no sangue, acaba por desenvolver a resistência e o indivíduo começa a se sentir sem ânimo e parece que está sempre com fome.

Cortisol é conhecido como o hormônio do estresse que desperta a ação da insulina no sangue, para preparar o corpo para reagir a uma ameaça externa (fator estressante), e faz com que a glicose seja liberada no sangue para que tenhamos energia rápida. Glicose no sangue, provoca a ação da insulina, logo, níveis altos e crônicos de cortisol provocam aumento da insulina e desenvolvimento da resistência à insulina.

Basicamente, poderíamos classificar três fatores como importantes para o aumento de peso.

1.        Insulina;

2.        Resistência à insulina;

3.        Cortisol.

Através de adequações na alimentação por meio de alimentos que diminuem a rapidez que o organismo os transforma em glicose, chamado “índice glicêmico” e a frequência das refeições, podemos regularizar os estímulos insulínicos. Menor será o estoque de glicose em forma de gordura e menor será a liberação de insulina e, conseqüentemente, da resistência à insulina. É importante considerar a “qualidade” dos  carboidratos, proteínas e gorduras das refeições que são o diferencial para este pico da insulina, para deixá-la funcionando corretamente sem picos elevados evitando, assim, a resistência.

Técnicas de jejum intermitente vem sendo demonstradas como eficazes em suas diferentes formas, no aumento da insulina.

Já os níveis de  cortisol elevados, podemos minimizar seus índices através de algumas técnicas comprovadas para redução de estresse no dia a dia, como exercícios físicos, sono adequado, meditação, mudanças de mindset (forma com que encaramos a vida), etc.

De uma forma metafórica, queremos que o nosso organismo tenha um combustível de alta qualidade para que o seu funcionamento se dê de forma extraordinária, sem inflamação, aumentando inclusive a nossa imunidade, sendo o bônus disso tudo, a perda de peso!

Em outras palavras, ao começarmos a nos alimentar com alimentos saudáveis, com baixo índice glicêmico, paramos de gerar picos de insulina no sangue e diminuímos também a frequência que nos alimentamos (está em desuso dietas baseadas nos ciclos de 3 em 3 horas).

Uma dieta baseada em alimentação de verdade, com bom aporte de nutrientes:

•         Regulariza os sistemas hormonais e promove um emagrecimento saudável;

•         Melhora a nossa saúde;

•         Promove uma sensação de bem-estar;

•         Aumenta nossa capacidade mental.

The following two tabs change content below.

Valéria Quaggio

Coach com especialização em emagrecimento definitivo e PNL aplicada ao Coaching e Máster Coach com especialização em Hipnose aplicada ao Coaching, certificada pela Sociedade internacional do Mindset . Formação Acadêmica em Medicina, que tem como interesse principal o ser humano, no seu desenvolvimento de uma saúde física, mental e espiritual.

Latest posts by Valéria Quaggio (see all)

Post Author: Valéria Quaggio

Coach com especialização em emagrecimento definitivo e PNL aplicada ao Coaching e Máster Coach com especialização em Hipnose aplicada ao Coaching, certificada pela Sociedade internacional do Mindset . Formação Acadêmica em Medicina, que tem como interesse principal o ser humano, no seu desenvolvimento de uma saúde física, mental e espiritual.

Deixe uma resposta