Você está em busca da FELICIDADE?

Vivemos buscando incessantemente a felicidade, contudo, diante do processo evolutivo em que vivemos, acabamos apagando de nossa mente o que realmente significa “felicidade” e também as maneiras como podemos alcançá-la.

No dicionário, ela é definida como a “qualidade ou estado de feliz; estado de uma consciência plenamente satisfeita; satisfação, contentamento, bem estar”.

A busca por esse estado emocional é benéfico e nos impulsiona a nos esforçarmos para fazermos coisas extraordinárias – estudar, trabalhar, poupar dinheiro, para realizar nossos sonhos e objetivos. Acreditamos que a felicidade está nessas vitórias e priorizamos conquistá-las, cada vez mais.

Conforme nossos objetivos são alcançados, gerando este estado de felicidade, sempre queremos mais. Não nos permitimos permanecer felizes, pois já estamos concentrados em um próximo desafio. Mas isso não lhe parece ficar cada vez mais distante?

Espere aí, nas redes sociais o que mais vemos são pessoas felizes, espontâneas, ricas, etc… Elas nos mostram uma abundância de vida, que na maioria das vezes não retrata seus estados emocionais verdadeiros, mas por quê?

Você já pensou que a felicidade se tornou algo que não nos traz leveza e satisfação, que se tornou um fardo,por ser praticamente inatingível para alguns de nós, e, quando nos deparamos com ela não a reconhecemos, porque estamos sempre ocupados para desfrutarmos desse momento feliz?

Sendo assim, é possível resgatar verdadeiramente a felicidade? Sim, é possível e bastante simples. Porém, não confunda simplicidade com facilidade, nem tudo que é simples é fácil, não é mesmo?

Se entendermos que felicidade é um estado emocional como tantos outros que experimentamos no dia a dia e está em coisas simples que fazemos, como dançar uma música que gostamos, estar em companhia de pessoas agradáveis, fazer sexo e comer algo que apreciamos… nos atentaríamos ao fato de que a felicidade está no caminho, e não somente no próprio objetivo. Busque identificar, sentir e ter consciência de onde ela mora.

Sabendo disso, uma reflexão válida é pensar que estados emocionais como tristeza, saudade e ansiedade não são proibidos, muito menos apenas nos fazem mal – como assim, sentir tristeza é bom? – como tantos outros estados emocionais ela faz parte de nossas vidas, o que precisamos é saber lidar com esse e outros sentimentos, considerados nocivos, sem deixar que nos consumam. Tendo consciência, é necessário que visitemos esses estados emocionais para alcançar a felicidade.

 “OK, entendi! Mas como eu faço isso? Como eu acho a felicidade aqui dentro?”

Vou te mostrar três caminhos simples que trarão a resposta dessa pergunta, mas lembre-se: permita-se, sem permissividade não há nada, nem a felicidade. Se segmentarmos os passos, nossa empreitada será muito mais simples.

Precisamos nos engajar na causa, engajar-se é dedicação, realizar algo com afinco e vontade. É com esse sentimento que devemos agir, afinal agimos assim em tantas outras coisas não é mesmo?

Seja presente no seu dia a dia, esteja de corpo e alma em toda e qualquer tarefa que for fazer, da mais simples até as mais complexas.

Estamos acostumados a fazer nossas atividades diárias pensando em um turbilhão de informações, então, apenas relaxe e quando estiver fazendo alguma coisa, esteja realmente fazendo aquilo.

Contemple as coisas que já conquistou na vida, temos uma tendência em sempre valorizar muito mais o que não temos, isso pelo fato de achar que a felicidade está nesses lugares que ainda não alcançamos, lembra? Valorize sua evolução, suas conquistas até aqui, tenha em mente seu objetivo, mas contemple o caminho até lá. Como disse Willian Shakespeare: “Sofremos muito pelo pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos”.

Agora ficou simples, não é? Quem dera fosse assim. Mas, como já sabemos, a felicidade é um momento, então aproveite ao máximo e saiba onde eles se escondem dentro de você. O lado bom da felicidade é ser construída de breves momentos, é imaginar que essa busca nos impulsiona e faz com que estejamos em constante evolução.

Claro, não existe fórmula mágica que funcione igualmente para todos, mas incorporando essas práticas no seu cotidiano a resposta para pergunta inicial ficará bem mais clara em sua mente.

The following two tabs change content below.

Joaquim Neto

Joaquim Neto é formado em Odontologia com especialidades em Implantodontia e Ortodontia, trabalhou na área por mais de 15 anos. Seu espírito empreendedor o levou a alçar novos patamares e migrar para área de finanças, mais especificamente bolsa de valores, onde atua na área de mercados futuros. Atualmente em formação no curso de coaching pela Comunidade Internacional do MindSet, onde trouxe a excelente oportunidade de contribuir como colunista deste site.

Latest posts by Joaquim Neto (see all)

Post Author: Joaquim Neto

Joaquim Neto é formado em Odontologia com especialidades em Implantodontia e Ortodontia, trabalhou na área por mais de 15 anos. Seu espírito empreendedor o levou a alçar novos patamares e migrar para área de finanças, mais especificamente bolsa de valores, onde atua na área de mercados futuros. Atualmente em formação no curso de coaching pela Comunidade Internacional do MindSet, onde trouxe a excelente oportunidade de contribuir como colunista deste site.

Deixe uma resposta