Talento nato, ou aprendizado?

A pergunta do título, reflete a diferença entre pessoas de mindset fixo e pessoas de mindset de crescimento.

Você já parou para observar como é comum as pessoas dizerem: “ah, mas fulano tem o dom”; “ele nasceu para isso”; “mas ela tem talento”? Não é difícil ouvir isso em vários momentos de nosso cotidiano. Confesso que eu mesma, até bem pouco tempo atrás, pensava dessa forma. E você?

O que me transformou foi a leitura do livro, “Mindset – A Nova Psicologia do Sucesso”, da psicóloga Carol Dweck. Com ele, eu comecei a ter uns insights: será mesmo que já nascemos predestinados a algo? Já nascemos com algum dom para tocar algum instrumento, para cantar, para praticar algum esporte? Ou será que essas são habilidades que podem ser treinadas e desenvolvidas?

A mesma coisa vale para habilidades escolares. Quantas vezes acabamos nos rotulando como alguém que não é bom o suficiente ou que não consegue aprender determinado tema? Culpar os outros é algo comum também e dizer que o professor não sabe ensinar, não é capaz, ou que na verdade, a sala é barulhenta. Tudo isso retrata frases e pensamentos típicos de pessoas de mindset fixo, que priorizam a lei do menor esforço e que, muitas vezes, acabam usando desculpas para justificar seus fracassos.

Por outro lado, pessoas de mindset de crescimento, pensariam diferente: “o que eu posso fazer pra melhorar meu despenho nessa matéria?”, “da próxima vez, vou estudar mais”, “vou me manter motivado e empenhado no aprendizado dessa disciplina”.

Portanto, o mindset fixo limita a capacidade de realizações. A pessoa fica cheia de pensamentos perturbadores, se achando incapaz e se mantendo em uma zona de conforto. Para ela é melhor ficar onde está, onde é conhecido. Priorizam isso, a arriscar e passar por um esforço desagradável, correndo o risco de fracassar. Enquanto o mindset de crescimento permite sempre novas possibilidades, novos desafios, que nossas capacidades sejam desenvolvidas e nos deem frutos.

Então, que tal desenvolver um mindset de crescimento? Alguma vez você se sentiu burro(a), ou menos inteligente do que alguém? Muito provável que sim, todos nós já nos sentimos assim, ao menos uma vez na vida. Tente então, da próxima vez, pensar que aquela pessoa apenas se esforçou um pouco mais, se utilizou das melhores estratégias, praticou com mais vontade e conseguiu superar melhor os obstáculos. Se ela conseguiu, você também pode.

Pense em algum jogador famoso, algum atleta de alta performance. Você acha que ele chegou ao sucesso com pouco esforço? Essa é uma falsa ilusão que temos de quem é bem sucedido, em qualquer área. Muitas vezes, só olhamos o resultado final, e não sabemos o quanto aquela pessoa batalhou, quantas horas se dedicou, caiu e se levantou. Procure a verdade, você vai compreender o quanto foi árduo para atingir aquelas realizações.

Michael Jordan passou longe de ser um talento nato. Foi cortado da seleção de basquete no ensino médio, não foi convocado para seleção da universidade que queria e tampouco convocado nas duas primeiras seleções de NBA. Então, por conselho de sua mãe, passou a fazer mais do que era esperado. Treinava incansavelmente para se desenvolver no que mais tinha dificuldade e se manteve disciplinado e obstinado nos treinos, mesmo depois de já ser um sucesso.

Claro que existem alguns casos, mas são minoria, de pessoas que tem mais facilidade para algo, como por exemplo, desenhar, cantar, tocar um instrumento, praticar algum esporte. Contudo, sem treino constante, o talento por si só não seria suficiente para se atingir a alta performance. Então, com dedicação, treino e prática, podemos sim desenvolver habilidades para o que quisermos, basta começar.

The following two tabs change content below.

Luana Monteiro

Coach pela Sociedade Internacional do Mindset, graduada em Fisioterapia pela Unifor, pós graduada em Osteopatia Clínica pela Unicastelo e formação em Reeducação postural global – Rpg reposturarse. O seu trabalho tem como objetivo ajudar as pessoas a desenvolverem o seu Mindset, ressignificando crenças e acreditando em si, e a buscarem hábitos mais saudáveis focando na promoção da saúde.

Latest posts by Luana Monteiro (see all)

Post Author: Luana Monteiro

Coach pela Sociedade Internacional do Mindset, graduada em Fisioterapia pela Unifor, pós graduada em Osteopatia Clínica pela Unicastelo e formação em Reeducação postural global – Rpg reposturarse. O seu trabalho tem como objetivo ajudar as pessoas a desenvolverem o seu Mindset, ressignificando crenças e acreditando em si, e a buscarem hábitos mais saudáveis focando na promoção da saúde.

2 thoughts on “Talento nato, ou aprendizado?

    Dra. Luana Monteiro

    (2 de julho de 2020 - 11:15 pm)

    maravilha Marcelo, é isso mesmo, outra crença muito enraizada é a de que vendas não é pra todo mundo, ou de que vendas é algo não tão legal, e a pessoa não se acha bom em vender. Mas se pararmos pra pensar, todo mundo é vendedor, seja da usa imagem, do seu trabalho, do seu serviço ou de produtos, então por que não se desenvolver e aproveitar a jornada, né verdade? Parabéns pela sua atitude de enfrentar o novo e mostrar que você também é capaz!

    Marcelo

    (1 de julho de 2020 - 3:34 am)

    Muito boa reflexão, Luana. Também acredito muito nisso.
    No meu caso mesmo. Sempre trabalhei na área técnica e, depois que me desafiei e me forcei a sair da zona de conforto, mudei para a área de finanças e pisei forte em um terreno considerado por muitos como talento, dom nato: VENDAS. Tenho estudado muito sobre vendas, argumentação, etc e já vejo crescimento. Como não sou vendedor “de berço”, talvez tenha que treinar um pouco mais, porém, o importante é curtir o treino! Aí, o sucesso é conseqüência!

Deixe uma resposta