TIRANDO A VENDA

Ao longo de nossas vidas vamos acumulando diversas crenças (muitas delas limitantes), traumas, preconceitos, etc. Eles nos impedem de ver o mundo como ele realmente é.

A ciência já comprovou por inúmeras experiências que aquilo que vemos não é exatamente igual à realidade. A PNL (Programação Neurolinguística) chama isso de mapa mental – “o mapa é diferente do terreno” -, pois o mapa é apenas uma visão distorcida de um terreno inteiro, e nos mostra apenas uma parte do caminho.

Cada vez que criamos um conceito, nós criamos uma imagem mental desse conceito, que futuramente vamos colar “em cima” da informação que entra pelos sentidos em um dado momento. Por exemplo: ao passar pela mesma rua inúmeras vezes colamos uma imagem, “estou passando por diversas casas”, e seguimos pelo caminho como sonhadores fascinados com os pensamentos fora do espaço e tempo em que nos encontramos. Se por acaso andarmos como observadores num “estado de nada” vamos perceber uma casa ou uma árvore que não nos lembrávamos de ter visto anteriormente, pois temos tantas coisas gravadas dentro da mente, que projetamos à frente aos nossos sentidos, ficando essa imagem entre nossa consciência e a informação que chega de fora.

Muitas filosofias orientais têm como base do despertar do ser humano, o desenvolvimento da capacidade de “estar vazio”, para poder assim perceber o novo. Para percebermos isso, podemos fazer um teste: marcar um minuto no relógio com o objetivo de observar a nossa volta sem divagar nas inúmeras imagens que temos na mente, seja uma lembrança (nossa versão individual do que aconteceu), uma projeção de um acontecimento futuro ou o simples raciocinar da nossa mente tentando resolver algum problema “fora de hora”. Conseguimos fechar um minuto sem divagar? Quantas vezes divagamos? Somos “senhor” da nossa mente ou “escravo” dela?

Podemos concluir que todo pensamento (imagens e sons) que está fora de local e do momento apropriado é um empecilho para um aprendizado mais objetivo e profundo.

Se nós não jogarmos à luz da observação para dentro da nossa mente escura, não vamos entender o porquê de sermos assim e porque reagimos de tal forma. E, somente deixando de ser um “cego” vamos conseguir algum êxito na busca de sermos a melhor versão de nós mesmos. Sendo assim, o que podemos fazer então?

Podemos fazer um exercício bastante simples, porém de muitos resultados. Há um mundo exterior que nos enche de informações através dos cinco sentidos, que tem seu efeito final em nosso interior. Quando nosso mundo interior divaga em pensamentos perdidos, nós nos desconectamos do aqui e agora e deixamos de ter um efeito eficaz sobre o mundo e a nossa vida. O ponto de conexão entre o externo e o interno é justamente o nosso corpo físico dotado de cinco sentidos. Então, para ancorar a nossa mente no aqui e agora, nós podemos usar justamente a atenção no nosso corpo. Isto funciona da seguinte forma: enquanto fazemos as coisas do dia a dia, precisamos nos acostumar a ter atenção aos nossos sentidos. Sentir nossos pés ao estar em pé, sentir a respiração, a sensação da gravidade quando nos movemos, escutar tudo que tem ao nosso redor, enfim, estar de corpo e alma e não só de corpo presente. Para ver como somos distraídos, chegamos ao ponto de ignorar o aviso que nosso corpo nos dá, de que a circulação de uma perna não está bem pela posição que estamos sentados. Então o corpo potencializa esse aviso causando dormência (dor). Assim conseguimos perceber o quanto estamos distraídos. Com pequenos desafios diários como ir de casa até uma padaria, vivendo intensamente o momento, sentindo nosso corpo com todos os sentidos aguçados, vamos adquirindo aos poucos a capacidade de um estado de atenção plena. Isso resulta numa mente afiada e clara. O que possibilita revermos muitos conceitos, mexendo com a causa de muitas de nossas crenças, traumas e preconceitos.

The following two tabs change content below.

Letícia Nolde

Coach com Especialização em Lei da Atração, Mindset, Emagrecimento Definitivo e Programação Neuro Linguística Aplicada ao Coaching (Com Introdução a Hipnose), pela Sociedade Internacional do Mindset. Esteticista com ênfase em Harmonização Orofacial, Pós Graduada em Estética e Cosmetologia pela Universidade Anhanguera Uniderp, com Graduação em Psicologia pela PUCRS e Mestrado em Epidemiologia pela UFRGS. Focada no Desenvolvimento Humano para ajudar as pessoas a atingirem sua melhor versão. Identificando e alcançando seus objetivos e aprimorando suas habilidades para conquista de realização pessoal e profissional.

Latest posts by Letícia Nolde (see all)

Post Author: Letícia Nolde

Coach com Especialização em Lei da Atração, Mindset, Emagrecimento Definitivo e Programação Neuro Linguística Aplicada ao Coaching (Com Introdução a Hipnose), pela Sociedade Internacional do Mindset. Esteticista com ênfase em Harmonização Orofacial, Pós Graduada em Estética e Cosmetologia pela Universidade Anhanguera Uniderp, com Graduação em Psicologia pela PUCRS e Mestrado em Epidemiologia pela UFRGS. Focada no Desenvolvimento Humano para ajudar as pessoas a atingirem sua melhor versão. Identificando e alcançando seus objetivos e aprimorando suas habilidades para conquista de realização pessoal e profissional.

Deixe uma resposta