Por onde começar? Será que esse sonho é mesmo realizável?

Será que vale a pena? Será que ainda dá tempo de concretizar os nossos sonhos? O que nos afasta da realização deles? O que é sonho e o que é desejo? Até que ponto estamos dispostos a lutar pelos nossos sonhos? O que de fato, nos impede de agir?

Às vezes, temos muito sucesso, adquirimos certo status em nossa vida. Diante disso, recomeçar parece um grande drama, uma diminuição de padrão, um retrocesso.

Sempre há o questionamento, mas e se não me aceitarem nessa nova posição? E se eu deixar de ser respeitado? Será que mudar não irá paralisar nossos verdadeiros sonhos e nossas possibilidades?

Isso sem falar dos “falsos” sonhos. Os objetivos que assumimos como padrões, por causa das expectativas de outras pessoas. E quando chegamos lá, algo não parece certo. Não nos sentimos realizados como esperávamos.

Já vi isso acontecer com várias pessoas que, por exemplo, escolheram suas carreiras por imposição dos pais ou seguiram trabalhando em determinadas empresas porque a família exigia isso. Assim, acabaram infelizes. Quanto mais o tempo passa, mais dúvidas aparecem para quem não se reconhece no lugar em que está.

Quando visualizo esse tipo de cenário em minha mente, só consigo enxergar uma pessoa com uma nuvenzinha cheia de possibilidades passando pela sua cabeça. Certamente, você deve imaginar que eu suponho que esse alguém esteja perdido. Ao contrário, acredito que em muitos casos, não é bem isso o que acontece.

Estamos acostumados, ou melhor, somos quase forçados a viver em uma sociedade que nos foi imposta. Muitas vezes, nós nos sentimos cercados, sem saída.

Mas a verdade é que, nossa vida já começa a ser traçada antes mesmo de sermos gerados. Os planos para o futuro começam muito antes de darmos o primeiro passo ou falarmos “papai” e “mamãe”. Definem, automaticamente, que devemos nascer, crescer, escolher uma carreira, ser bons em algum hobby que nos dê prazer, encontrar um amor verdadeiro, casar, ter um bom emprego, formar uma família… ter, enfim, uma vida confortável para que possamos ver nossos netos crescerem.

É o cenário perfeito para a vida perfeita; mas quem foi que disse que tudo tem que ser assim? Quem inventou isso? Obviamente, se esse for o seu sonho, vá em frente e não tenha medo de assumi-lo diante de quem acha – verdadeiramente – que isso tudo não faz sentido.

No entanto, para muitas pessoas, esse plano perfeito não é tão perfeito assim. O meu convite com esse artigo é mostrar que qualquer pressão pode virar a chave e abrir as portas para uma vida que lhe seja extraordinária.

O grande “X” da questão aqui, é entender por que, então, as pessoas sentem tanta dificuldade em assumir realmente o que querem para a vida delas e, mais do que isso, dar o passo que precisa ser dado para ir atrás da vida que imaginam para si.

Quebre seus medos, jogue fora o que não lhe serve mais, saia do lugar comum e encare o desafio!

Use as ferramentas que dispõe a seu favor. Crie também suas próprias ferramentas e idealize o seu jeito de viver, realizando sonhos e planejando a vida com sonhos. Arquitete a sua vida para que tudo funcione bem e alinhando aos seus pilares, encontre o seu equilíbrio para permanecer sempre na rota do realizador.

A vida é muito mais colorida e mais cheia de felicidade quando você consegue se definir como realizador de sonhos. Você é mais forte do que você pode imaginar. Abraço a todos pela oportunidade compartilhada com vocês.

The following two tabs change content below.

Maria Cardoso

MARIA DAS GRAÇAS CARDOSO, 41 anos, quatro filhos, da cidade de SILV NIA – GOIÁS. Coach pela Sociedade Internacional do Mindset, com Especialização em Lei da Atração, Mindset, Emagrecimento Definitivo e PNL Aplicada ao Coaching (Com Introdução a Hipnose). Formada em Podologia, empresária na área farmacêutica. No Desenvolvimento Humano, busca ajudar as pessoas a realizarem os seus sonhos. É inevitável quando deitamos a cabeça no travesseiro – ou até mesmo acordados-logo nos vem alguma coisa á cabeça, queremos uma vida melhor, trabalhar com aquilo que amamos ter um cargo mais alto, ser destores do nosso próprio tempo, vivermos grandes experiências, viajar, queremos mudar tudo. No entanto, entre um sonho e a realização dele há um abismo, uma zona de paralisação que parece prender muitos de nós.

Latest posts by Maria Cardoso (see all)

Post Author: Maria Cardoso

MARIA DAS GRAÇAS CARDOSO, 41 anos, quatro filhos, da cidade de SILV NIA – GOIÁS. Coach pela Sociedade Internacional do Mindset, com Especialização em Lei da Atração, Mindset, Emagrecimento Definitivo e PNL Aplicada ao Coaching (Com Introdução a Hipnose). Formada em Podologia, empresária na área farmacêutica. No Desenvolvimento Humano, busca ajudar as pessoas a realizarem os seus sonhos. É inevitável quando deitamos a cabeça no travesseiro – ou até mesmo acordados-logo nos vem alguma coisa á cabeça, queremos uma vida melhor, trabalhar com aquilo que amamos ter um cargo mais alto, ser destores do nosso próprio tempo, vivermos grandes experiências, viajar, queremos mudar tudo. No entanto, entre um sonho e a realização dele há um abismo, uma zona de paralisação que parece prender muitos de nós.

Deixe uma resposta